Cidades Comentários

Homem vira réu porque teria cometido infidelidade virtual contra a ex-esposa

Agosto 28 / 2017

Uma moradora da região de Fernandópolis deve propor a ação por danos morais , em R$ 30 mil.

Um ex-marido supostamente infiel virou réu em uma ação de reparação por danos morais no valor de R$ 30.000,00 porque teria relacionamento com outra mulher durante a vigência do casamento. A "traição virtual e real”. Na ação a ex-esposa tenta provar que houve troca por meio de e-mails entre o acusado e sua eventual amante. A ação deve subir ao Forum de Fernandópolis para ser julgada

Pela legislação o adultério não configura-se mais crime, desde que uma das pessoas envolvidadas não seja exposta ao ridículo e aos outros Geralmente a troca de fantasias eróticas" cuja situação fica ainda mais grave porque, nessas ocasiões, o ex-marido teria feito - com a "outra" - comentários jocosos sobre o desempenho sexual da esposa, afirmando que ela seria uma pessoa fria na cama, como aventou a ação.

A traição, por si só causa abalo psicológico ao cônjuge traído, tenho que a honra subjetiva da autora fica muito mais agredida,

Os pedidos que chegam à Justiça, com pedido de reparação por danos morais, sempre alega-se a ofensa à a honra subjetiva e violação de seu direito à privacidade. Nesta caso, não cabe a invasão de privacidade porque são casados.

Os comentários estão desativados para esta matéria.