Política Comentários

Justiça cassa registro e diploma de vereador em Itanhaém após investigação do MPSP

Maio 02 / 2017

Parlamentar trocou votos por dinheiro e combustível, segundo ação do Ministério Público

O vereador Flávio da Cruz Abbasi, de Itanhaém, teve o registro e o diploma de candidato cassados pela Justiça, além de ter que pagar multa após ação de investigação eleitoral proposta pelo promotor de Justiça Luiz Fernando Bugiga Rebellato no dia 13 de dezembro. A sentença é do dia 26 de abril. Ainda cabe recurso.
Abbasi foi candidato à reeleição na eleição de 2015, sagrando-se reeleito com 3,49% dos votos válidos, ou seja, 1.698 votos. Porém, conforme apuração do MPSP o parlamentar teria angariado votos mediante o oferecimento de dinheiro e outras vantagens (combustível).

Os comentários estão desativados para esta matéria.