Cotidiano Comentários

Promotor de Prudente denuncia médico por violação sexual contra paciente em consultório

Janeiro 16 / 2019

Para MPSP, profissional se valeu de confiança da vítima

O promotor de Justiça Filipe Antunes apresentou denúncia contra um médico pelo crime de violação sexual mediante fraude praticado em Presidente Prudente contra uma paciente.
 
De acordo com o apurado, no dia 19 de julho de 2018, ela foi a uma consulta e também providenciar entrega de resultados de exames. Na ocasião, o denunciado tocou o corpo da vítima de maneira inapropriada, inclusive na região íntima. Além disso, o médico ainda fez com que a paciente tocasse em seu órgão genital. A prática criminosa continuou mesmo após a vítima, chorando, ter pedido para que ele parasse. Segundo a denúncia, ela ficou sem reação e não conseguiu pedir por socorro.
 
Para o promotor, o médico se valeu de sua profissão e da confiança que lhe foi depositada pela vítima para praticar com ela atos libidinosos, mediante o artifício consistente em submetê-la a uma consulta médica e a pretexto de realizar exames.
 
Como há prova da materialidade e indícios de autoria, a Promotoria pediu ainda que a Justiça decrete a prisão preventiva do médico.
 
A pena prevista para o crime de violação sexual mediante fraude é de dois a seis anos de reclusão.

Os comentários estão desativados para esta matéria.