Vida Pública Comentários

MPSP denuncia homem que matou e arrancou o coração de travesti em Campinas

Fevereiro 01 / 2019

Foi constatado ódio a pessoas com orientação sexual diferente. Caio Santos de Oliveira (foto), de 20 anos, foi preso após matar e arrancar coração de transexual em Campinas (SP) no dia 21 de janeiro. (Foto: Sarah Brito)

O promotor de Justiça Luís Felipe Delamain Buratto denunciou Caio Santos de Oliveira por ter matado uma travesti conhecida como Kelly na cidade de Campinas em 21/1. Buratto destaca que o crime foi cometido por motivo torpe e com emprego de meio cruel.

Na denúncia, o promotor relata que em audiência de custódia foi apurado que Oliveira não aceita e repudia pessoas que possuem orientação sexual diversa da sua, sejam transexuais ou homossexuais, e que resolveu assassinar alguém que possuísse tais características.

O denunciado estava no mesmo bar que Kelly na noite do crime e aguardou que todos os clientes fossem embora para atacá-la. A vítima foi morta por cortes de uma garrafa de vidro e com golpes de faca na cabeça e no pescoço.

“Ao atingir o resultado pretendido (...), o increpado, que trabalhou como açougueiro, de maneira desumana e brutal, abriu o peito da vítima e retirou parte de seu pulmão e o coração, com escopo de levar o órgão para sua casa”, diz o promotor em trecho da denúncia. Após o crime brutal, ele roubou R$ 250 que estavam no caixa do estabelecimento, além de carregadores de celular, uma máquina fotográfica, um tablet, uma máquina de cortar cabelo e outros itens.

Oliveira foi denunciado por homicídio por motivo torpe, emprego de meio cruel, com o agravante penal de subtrair parte do cadáver e também por furto.
 Caio Santos de Oliveira foi preso pela Polícia Militar após confessar que matou a transexual Kelly, de 35 anos, no Jardim Marisa, na região do Campo Belo. O coração da vítima foi encontrado enrolado em um pano, debaixo do guarda-roupas na casa de Caio. O autor ainda furtou dinheiro do caixa do bar onde o crime ocorreu.

Os comentários estão desativados para esta matéria.